Quando saber o momento de investir em uma nova estufa

 Em Dicas de Cultivo

O sucesso de um cultivo indoor depende de uma série de fatores e é sempre cercado de muita expectativa quanto ao seu rendimento. Um dos pontos que o cultivador precisar avaliar é se a estufa que está usando atende suas necessidades. Por exemplo, o cultivador pode precisar de uma estufa maior caso não tenha obtido o rendimento que esperava com a quantidade de vasos com as plantas que possui no espaço atual. Em uma estufa maior, há mais espaço para o desenvolvimento da florada, o que influencia diretamente na qualidade da colheita.

O inverso também pode servir de motivo para investir em uma nova estufa. Ao ver que o cultivo superou as expectativas e rendeu plantas bem desenvolvidas, o cultivador pode se sentir motivado para colher mais e isso pode levar a optar por uma maior. O que ajuda neste caso é que o resultado que obteve indica que o cultivo foi feito de forma correta e bastará repetir os mesmos procedimentos dentro da nova para chegar a uma colheita com qualidade semelhante.

Quantidade de vasos deve ser observada na compra da estufa

Um dos motivos para avaliar se não é hora de trocar de estufa é a quantidade de vasos que o cultivador coloca no local. Se colocar um número de vasos além do recomendado, são grandes as chances do cultivo ficar muito aquém do desejado. Ou seja, colocar muitos vasos pode atrapalhar no rendimento final de cada planta. Sem espaço para crescer, as plantas não mostrarão todo o seu potencial e isso representa desperdício de tempo e dinheiro.

A recomendação neste caso, além de seguir as dicas do fabricante quanto ao número de vasos, é avaliar o tamanho do cultivo que deseja ter e a partir disso decidir se há necessidade de uma maior ou de uma segunda estufa. O cultivador que começa com poucos vasos, mas já planeja aumentar o cultivo, também precisa estar atento à estufa que irá usar. Ele pode buscar uma estufa com um tamanho adequado para o cultivo atual, mas que possa futuramente receber mais vasos. Ou seja, o dono do cultivo pode comprar uma estufa para dez vasos, mesmo que use apenas dois inicialmente.

Por isso, para escolher a estufa mais adequada, o cultivador deve levar em conta o quanto deseja cultivar, sem esquecer também do espaço físico que dispõe para instalá-la. Mas também é indicado avaliar a opção de ter mais de uma estufa para segmentar o cultivo. Isso irá depender do objetivo do dono com o cultivo e do tempo que terá disponível para dar conta da manutenção. A segmentação poderia ter uma estufa maior usada para as plantas em floração, enquanto uma outra, menor, serviria para o crescimento de plantas jovens.

Estufa modelo Dark Box 300/300, recomendada para um cultivo de grande porte

A vantagem de uma estufa pronta

Quem opta por construir a própria estufa também precisa avaliar se esta é a melhor alternativa. A estrutura pode ser construída do zero ou pode ser adaptada de um móvel antigo, por exemplo. Seja como for, uma estufa pronta, como as que são comercializadas pela Green Power, pode livrar o cultivador de uma série de inconvenientes, além de serem projetadas de modo a favorecer o desempenho das plantas.

A praticidade e a facilidade na montagem e na instalação das estufas prontas são vantagens que fazem diferença. Se faz por conta própria, por exemplo, o dono do cultivo precisa se preocupar com a instalação elétrica e observar a questão da exaustão e ventilação, essenciais para obter plantas de qualidade.

As estufas feitas por conta própria também costumam apresentar problemas com a vedação total de luz e a geração de ruídos que podem incomodar a vizinhança. Elas também exigem que o cultivador cuide de itens como a forração interna com material reflexivo para que os efeitos da luz ajudam no desenvolvimento da planta.

Quer saber mais sobre estufas? Confira a linha Dark Box na loja da Green Power e avalie qual se enquadra no seu projeto de cultivo indoor.

Start typing and press Enter to search