O que fazer quando tenho problemas com minha estufa feita em casa

 Em Dicas de Cultivo, Dicas Green Power

A estufa é um dos itens que merecem atenção redobrado quando se decide investir num cultivo indoor. Mesmo com diferentes opções disponíveis, com tamanhos e preços variados, há quem prefira construir sua própria estufa, geralmente transformando um móvel antigo no local para a colocação dos vasos. Pode ser uma opção mais barata, mas que pode trazer dor de cabeça, caso seja feita de forma improvisada.

Entre os problemas mais comuns que uma estufa feita em casa pode apresentar estão a instalação elétrica mal feita, com risco de curto; a falta de ventilação e exaustão; a vedação falha, fazendo com que a luz escape, mesmo que por pequenos espaços, deixando-a visível e causando desperdícios; além disso, o acúmulo de umidade no piso e/ou nas paredes também pode atrapalhar. Tudo isso traz grandes prejuízos para a planta, impedindo o desenvolvimento correto e podendo causar até sua morte.

Quando você tiver problemas com sua estufa feita em casa, recomendamos tomar as seguintes providências para preveni-lo ou tentar resolvê-los:

  • É possível resolver boa parte dos problemas contratando um eletricista para revisar a instalação elétrica. Mais do que uma ação para garantir a qualidade do grow, esta também é uma medida de segurança.
  • Compre e instale ventiladores e exaustores na estufa para que o calor seja controlado, assim como a renovação do ar dentro da estufa seja garantida. Isso vale principalmente se for a primeira experiência com um cultivo, como um teste.
  • Para a questão da vedação, o recomendado é que este cuidado seja verificado desde a escolha do local que será usado como estufa. Tome todas as precauções antes de iniciar o cultivo para garantir que não haverá perda de luz para fora da estufa.
  • Analise bem o local que você irá escolher para colocar sua estufa. Este é um item importante sob diversos aspectos – desde a discrição até a proximidade com tomadas. E se o local já tiver sinais de umidade (como manchas de mofo da parede ou atrás de móveis), melhor evitar.

De todo modo, diante dos problemas, avalie se não é momento de trocar de estufa. Ou de iniciar seu cultivo com um pouco mais de segurança de que nada impedirá o desenvolvimento das plantas. Na questão custo-benefício pode ser mais recomendado comprar uma estufa pronta, que livra de uma série de situações e despesas, do que partir para a estufa feita em casa. Isso pode ser uma medida importante, caso, por exemplo, sua meta seja aumentar o cultivo, com mais vasos na estufa.

Mas mesmo quem está começando, dando os primeiros passos como cultivador, encontra opções com preços em conta para um cultivo de pequeno porte. A grande vantagem neste caso é que você não irá se preocupar com questões estruturais da estufa, mas apenas com as rotinas de manutenção do cultivo, o que já toma bastante tempo e atenção.

Estufa: Novidade na Green Power

Além dos modelos de estufas da Dark Box, a Green Power conta também com o Mylar 600D. Trate-se do material com o qual se fabrica as barracas das estufas Dark Box. O produto é vendido por metro e assim o cultivador poderá comprar o tanto que precisa para construir sua própria estufa. A diferença é que em vez de improvisar uma com um móvel antigo, irá usar um material já testado, de qualidade e que oferece excelente vedação à luz, além de isolamento e resistência térmica. O Mylar pode ser facilmente trabalhado (cortado, costurado, colado, etc) para revestir as paredes do local onde será feito o cultivo.

Ficou interessado? Para saber mais sobre o Mylar, entre em contato com a Green Power.

O que fazer quando

Você tem dúvida sobre seu cultivo? Participe do conteúdo colaborativo do blog da Green Power. Preencha o formulário e envie sua pergunta.

E-book: Faça o download gratuito.

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search