Fertilizantes no cultivo: Fabricantes ajudam no desenvolvimento de plantas

 Em Dicas de Cultivo, Dicas Green Power

Entre os posts mais recentes do blog da Green Power, o que fala sobre Como usar as tabelas de fertilização General Hydroponics no seu cultivo indoor está entre os mais acessados e os de maior repercussão junto aos leitores e clientes até porque o uso de fertilizantes no cultivo é um tema importante para o sucesso de um grow. A partir disso, preparamos um conteúdo especial sobre a importância das informações fornecidas pelos fabricantes de fertilizantes para que o dono do cultivo possa fazer a aplicação do jeito certo e que isso traga benefícios para a planta.

Começando justamente sobre isso:

Por que é importante seguir as informações dos fabricantes de fertilizantes no cultivo?

Não é por acaso que algumas marcas de fertilizantes mantém inclusive ferramentas para que o próprio cultivador crie suas tabelas, sugerindo quais fertilizantes ele deve usar em cada fase e em quais dosagens, dependendo da forma em que está cultivando (veja aqui). É uma questão de conhecimento e confiança. As informações que constam nos rótulos e as tabelas apresentadas pelos fabricantes têm origem em extensas pesquisas. Consequentemente são informações confiáveis para serem seguidas pelos jardineiros ao usarem fertilizantes no cultivo.

Mesmo assim, muitos fabricantes também orientam seguir as tabelas com cautela. Afinal, deve-se levar em consideração que cada situação (como as condições climáticas da região do grow) é diferente e para uma mesma variedade de planta podem ocorrer variações no crescimento por causa de fatores ambientais como luz, temperatura, umidade, entre outros.

Por isso, em relação ao que é indicado nos rótulos e tabelas, a orientação é sempre começar com uma dosagem um pouco menor do que a recomendada e ir aumentando progressivamente, sempre observando a resposta das plantas. Lembre-se sempre: observar o desenvolvimento da planta é uma das principais medidas do cultivador em todo o processo de cultivo. Se começar com uma dose maior do que a recomendada para acelerar o desenvolvimento das plantas, pode ocorrer um overfert, o excesso de nutrientes, e “queimar” as folhas, prejudicando todo o ciclo do cultivo.

Informações na fase de planejamento do cultivo indoor

Outra recomendação que antecede ao início do cultivo: deve-se fazer o planejamento em relação ao tipo de nutriente que pretende usar. Isso é importante porque alguns nutrientes devem ser usados de forma casada. Ou seja, de nada vai adiantar comprar apenas um produto da linha e aplicar apenas esse nas plantas. Assim, o cultivador necessita estar preparado para investir na linha de produtos recomendada pelo fabricante.

As próprias tabelas trazem a informação sobre o conjunto de fertilizantes que se complementam, o que aumenta em muito o potencial de nutrição das plantas. O importante é sempre seguir a recomendação do fabricante quando existem produtos de uso conjunto. São formulações que se complementam e comprar apenas um dos produtos não vai cumprir a função.

As informações fornecidas pelos fabricantes de fertilizantes se aplicam a qualquer tipo e tamanho de cultivo, de pequeno ou de grande porte. O que precisa ser alterado é o tamanho da dose, adequando à quantidade de plantas, como destacado na resposta ao leitor sobre Como fazer a rega junto com a aplicação de fertilizantes.

Em relação à fase de cultivo, o cultivador pode começar seu jardim já com a aplicação de uma linha de fertilizantes específica. Isso é o mais recomendado. Inclusive as tabelas também trazem quais produtos da linha do fabricante devem ser aplicados a cada semana de desenvolvimento das plantas, desde as primeiras semanas até o final do ciclo.

Mas mesmo um cultivo que já está em fase intermediária ou mesmo na fase de floração, pode receber um nutriente novo, incrementando o desenvolvimento da planta. Neste caso, o desempenho não será o mesmo comparando-se a um cultivo iniciado e mantido com uma linha de nutrientes específicos, mas ainda assim o cultivador pode ganhar bastante em rendimentos.

Por exemplo:

Um cultivador começou seu grow aplicando chá de casca de banana, mas percebeu sinais de deficiência de nutrientes nas folhas. Por causa disso ele decide trocar de fertilizante e escolhe usar a linha Top Crop. As plantas ganham em crescimento, mesmo se não foram sempre alimentadas da mesma forma.

A única recomendação é não misturar muitos fertilizantes do tipo minerais ou organominerais porque podem causar overfert. Em geral, fertilizantes orgânicos são mais seguros e, desde que seguidas as dosagens indicadas pelos fabricantes, podem ser usados em conjunto.

Outras informações relevantes

Além das tabelas sobre uso, o fabricante de fertilizantes no cultivo pode informar também a composição organomineral (o NPK, por exemplo, e outros macro e micronutrientes que contém). Também é importante ficar atento aos rótulos quanto a componentes orgânicos como os aminoácidos, carbono orgânico e açúcares que aumentam as defesas da planta, atuam no fortalecimento e na formação de flores maiores e mais aromáticas. A recomendação é sempre considerar que uma colheita produtiva começa na germinação da semente. Os cuidados e a nutrição precisam ser balanceadas e adequados desde o início.

Cinco principais fertilizantes do mercado

Advanced Nutrients

General Hydroponics

BioBizz

Greenhouse

Top Crop

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search