Dicas para instalar sua estufa e iniciar seu cultivo

 Em Dicas de Cultivo

O cultivo indoor é uma alternativa viável para quem deseja iniciar seu grow, mas não dispõe de espaço aberto adequado para tal. O primeiro passo dessa empreitada é definir uma lista com todos os acessórios e equipamentos necessários para dar início ao cultivo. Quesitos como segurança para instalação do cultivo indoor, tamanho do grow, número de vasos que serão utilizados e o tempo dedicado à manutenção diária devem ser analisados com cuidado antes mesmo de iniciar o cultivo. E entre tantas responsabilidades, a escolha da estufa é, sem dúvida, uma das principais.  

Como deve ser a estufa

Para escolher a estufa mais adequada, o cultivador deve levar em conta o quanto deseja cultivar sem esquecer do espaço físico que dispõe para instalá-la. Quem opta por construir a própria estufa, precisa avaliar se esta é mesmo a melhor alternativa.

A estrutura pode ser construída do zero ou pode ser adaptada a partir de móveis inutilizados, por exemplo, no entanto, estufas prontas, como as comercializadas pela Green Power, podem livrar o cultivador de uma série de inconvenientes e problemas ao longo da instalação, principalmente se não for um profundo conhecedor do assunto.

 A praticidade e a facilidade da estufa pronta estão entre as vantagens que fazem a diferença no que diz respeito à qualidade da instalação elétrica, exaustão, ventilação e vedação de luz, pontos cruciais para se cultivar plantas de qualidade.

As estufas são cabines projetadas para cultivar plantas internamente e, a depender do modelo e da marca, possuem diversos tamanhos e metragens. Dentro delas é possível controlar fatores como luz, temperatura e umidade relativa do ar e o melhor, ter liberdade de mobilidade. A maioria das estufas de cultivo indoor têm uma média de altura de dois metros e seus tamanhos começam entre 40 a 60 cm e vão até 1 a 1,2 metros.

As melhores marcas já vêm equipadas com as saídas e entradas para energia e ar, zíperes que não permitem a entrada ou saída de luz e revestimento interno de material de boa reflexão. Uma estufa para cultivo básica é composta por um material à prova de luz nas quatro laterais, no topo e na base e possui diversas aberturas para acesso a parte elétrica, de ventilação e outras funções. Antes de instalar a estufa, é primordial medir a área desejada conforme as dimensões do seu espaço para ver a compatibilidade e avaliar fatores como exaustores, suportes e iluminação.

Exaustores

Um bom sistema de exaustão para circulação do ar é primordial para o grow.  Por isso é importante analisar a quantidade de saídas de ar disponíveis para acoplar filtros de carvão ou dutos de ar, por exemplo. A entrada de ar de uma estufa para cultivo deve estar no topo, pois é lá que se concentra o ar quente que deve ser extraído para fora da cabine, mantendo a temperatura ideal para as plantas.

Suportes

Comprar uma estufa para cultivo de qualidade é importante para evitar acidentes. Faça testes antes de pô-la em funcionamento e observe nas primeiras 24 horas se os suportes estão seguros e se a estufa resiste ao peso dos equipamentos instalados. 

Iluminação

A luz é a grande aliada do cultivador. Portanto, escolher a potência, lúmens e o tipo de iluminação é uma tarefa que merece atenção. Há diferentes lâmpadas para cultivo indoor. Para plantas em estágio de crescimento e plantas-mãe (matrizes), lâmpadas compactas flúor ou T5 podem oferecer melhores resultados, assim como as lâmpadas de vapor metálico HQI. Para a etapa da floração, ter mais intensidade de luz é importante. Neste caso,as lâmpadas de vapor de sódio HPS costumam dar conta do recado, inclusive em cultivos de larga escala.

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search