Como a escolha da estufa pode interferir no desenvolvimento do cultivo?

 Em Dicas de Cultivo, Dicas Green Power

Está em dúvida sobre qual estufa é a mais adequada para o seu cultivo? Saiba o que levar em consideração na hora de comprar o equipamento e como ele pode afetar seu grow.

Uma das escolhas que o grower deve fazer ao montar seu próprio cultivo é determinar o tipo de estufa que será utilizada. Essa é uma das tantas determinações feitas pelo grower ao longo da montagem, e que pode afetar tanto de maneira positiva como de modo negativo o cultivo indoor.

A escolha da estufa deve obedecer alguns critérios, como o espaço disponível para montar o cultivo indoor, o resultado almejado e a disponibilidade financeira. Após definir esses aspectos do cultivo, o grower já pode realizar a compra da estufa. Existem estufas de diferentes tamanhos, por isso analisar o ambiente à disposição para iniciar o cultivo é uma tarefa tão importante.

Além disso, outros fatores devem ser avaliados na hora de optar por uma estufa:

  • se a estufa reflete bem a luz escolhida;
  • se as aberturas são suficientes para ventilação e exaustão:
  • se a tecnologia é moderna,
  • as dificuldade da montagem
  • a qualidade da estufa.

É importante reforçar que a escolha da estufa vai determinar o desenvolvimento de outros fatores preponderantes para obter um cultivo de qualidade, como iluminação, ventilação e exaustão, por exemplo.

O impacto da escolha da estufa

Se o grower obedecer aos critérios já mencionados, a tendência é de que o cultivo obtido seja de qualidade – claro que é necessário estabelecer outras boas práticas para chegar nesse patamar. No entanto, uma escolha de estufa equivocada pode ocasionar grandes prejuízos ao grower, fazendo com que ele desperdice tempo, e o cultivo perca em termos de quantidade e qualidade.

Os problemas mais comuns acarretados ao grow devido uma escolha incorreta de estufa estão relacionados à perda de controle de temperatura e exaustão, e a ocorrência de uma iluminação inadequada. Quando o espaço da estufa é insuficiente ou amplo demais, a troca de ar não ocorre da maneira correta, comprometendo o aproveitamento das plantas.

Já quando a iluminação é imprópria, acontece um superaquecimento do ambiente, o que pode ressecar as plantas ou até mesmo matá-las. Outra adversidade que pode comprometer o crescimento e influenciar na produção e na qualidade do cultivo é quando a estufa excede o tamanho adequado, afetando a reflexão da luz.

Por conta desse problemas, a velocidade de desenvolvimento das plantas fica prejudicada. Em caso de muita iluminação pode queimar as pontas das plantas, ou ressecar o cultivo por conta do desequilíbrio térmico provocado pelo excesso de luz e calor. Quando o assunto é a falta de iluminação, uma característica bastante perceptível é que as folhas ficam retorcidas.

Como reverter esses problemas?

Para solucionar essas alterações, basta ajustar a luminosidade e a exaustão de acordo com o tamanho da estufa. Além disso, é preciso adequar a quantidade de plantas conforme as características do equipamento adquirido pelo grower.

Outro procedimento que deve ser realizado é retirar as plantas que estão com alguma deficiência da estufa. Dessa maneira, é possível restabelecer a normalidade ao cultivo. Lembre-se de devolvê-la à estufa somente depois de analisar os problemas ocasionados e providenciar as soluções necessárias para que as plantas possam ter um desenvolvimento de qualidade.

Agora que você já entendeu melhor a importância de escolher a estufa certa para o seu grow, acesse nossa loja e confira os modelos de estufas disponíveis.

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search