Cultivo indoor: 5 dúvidas mais comuns no uso de inseticidas

 Em Dicas de Cultivo, Dicas Green Power

A parte boa de um cultivo indoor é a colheita, certo? Mas até chegar lá, é preciso seguir uma rotina e dar conta de uma série de tarefas que fazem a diferença no desenvolvimento da planta. Isso inclui aprender mais sobre questões sobre o uso de inseticidas, por exemplo, uma medida que em algum momento do cultivo pode ser necessário recorrer para combater pragas e fungos.

Mas o que é importante saber sobre inseticida para usar corretamente? A resposta está neste post do blog da Green Power, que reúne as cinco principais dúvidas sobre inseticidas, com base nas perguntas que são feitas com frequência em buscas no Google.

Pronto para aprender mais sobre inseticidas?

Vamos lá.

Qual o tipo de inseticida é mais recomendado para um cultivo indoor?

Terra de Diatomáceas é um dos inseticidas mais versáteis, seguros e, por isso, um dos mais utilizados entre os cultivadores. Combate vários tipos de pragas que atacam as plantas no cultivo indoor, como ácaros, mites e alguns insetos.

A Terra de Diatomáceas é um pó feito a partir das carapaças de crustáceos pré-históricos fossilizados chamados diatomáceas. As bordas microscópicas afiadas em cada grão de pó cortam os corpos dos insetos, fazendo com que eles morram de desidratação.

Este inseticida é mais útil quando usado na forma seca, por exemplo, pulverizando-o nos locais onde se observam a presença das pragas. No entanto, a Terra de Diatomáceas torna-se menos eficaz quando molhada, mas ainda pode ser usada no jardim para dificultar a vida dos moluscos (lesmas e caracóis) e das lagartas.

Qual a vantagem de usar inseticidas naturais?

Além de não agredir ao meio ambiente, os inseticidas naturais também preservam a saúde não apenas de quem aplica o defensivo, mas principalmente de quem consome o produto após a colheita.

Como saber a quantidade certa na hora de aplicar o inseticida?

Todos os rótulos dos inseticidas contém as informações de dosagem dos produtos. A recomendação é sempre começar aplicando uma dose menor e ir aumentando progressivamente, observando não apenas como as pragas reagem (se a dose aplicada é eficaz), mas também as plantas, se estão conseguindo manter o desenvolvimento sem sofrer qualquer influência da aplicação do inseticida.

Quando o uso de inseticidas pode prejudicar o cultivo indoor?

Mesmo o uso de defensivos naturais pode prejudicar as plantas. Dependendo do grau de infestação das pragas, o que por si só já enfraquece a planta, e de acordo com a quantidade de inseticida aplicada, o cultivo pode sofrer bastante neste processo. Isso pode acabar gerando um atraso no ciclo de cultivo, especialmente quanto à dosagem do produto que as plantas recebem.

Quanto mais inseticida usado, maiores os riscos para o jardim. A Terra de Diatomáceas, por exemplo, quando aplicada em excesso sobre as folhas das plantas pode obstruir os poros das folhas e prejudicar o processo natural de transpiração, além de contribuir para a desidratação das mesmas.

Em que circunstâncias é possível evitar o uso de inseticidas?

Evitar o uso de inseticidas no jardim indoor é possível, muito mais em comparação com cultivo outdoor. Ao ar livre, as pragas surgem, se espalham e não tem-se tanto controle sobre a infestação. No entanto, mesmo com a “proteção” das plantas dentro da estufa num cultivo indoor, a vigilância constante por parte do cultivador é essencial. Assim que observado os primeiros sinais de infestação, é hora de agir.

Além de seguir as rotinas de cultivo, é preciso ainda fazer a retirada manual dos insetos. Isso mesmo! Mãos à obra, retire o maior número de insetos que conseguir. Isolar as plantas afetadas das que estão saudáveis também é uma medida que precede o uso de um inseticida. Existem alguns produtos (como o fungicida FWZ) que podem ser aplicados preventivamente, atuando como protetores das plantas, com o papel de nutrir para fortalecer contra as pragas, especialmente fungos.

Num jardim saudável, com plantas bem nutridas, as chances de uma infestação por pragas é reduzida, já que as plantas contam com suas próprias defesas também.

Quer saber mais sobre inseticidas? Entre em contato.

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search