Cultivo indoor: 3 problemas e 3 soluções para garantir um resultado de qualidade

 Em Dicas de Cultivo

Quem começa um cultivo indoor precisa estar atento a diversos fatores para não colocar todo o trabalho a perder. Há como garantir uma colheita de qualidade até por conta da praticidade que é montar um grow atualmente ou da facilidade de acesso a produtos que podem contribuir para o desenvolvimento das plantas. Uma visita à loja da Green Power e a leitura de posts no nosso blog confirmam isso. Mas ainda assim, existem situações em que só a rotina de manutenção adotada pelo dono do cultivo podem dar conta.

Neste post, reunimos três problemas comuns que podem afetar as plantas de um cultivo indoor: calor, umidade e pragas. São problemas que prejudicam o desenvolvimento das plantas e, por consequência, resultam numa colheita de baixa qualidade. Junto com cada problema, apresentamos também o que pode ser feito para solucioná-lo.

Problema: Calor

O calor é um dos problemas que mais podem prejudicar as plantas em um cultivo indoor. Até 32o C dentro do grow é a temperatura limite. Acima disso, o dono do cultivo deve buscar uma solução imediata, sob o risco de perder boa parte de sua plantação. Para a maioria das espécies, o recomendado é que a temperatura na estufa varie entre 21o C e 27o C.

A solução para evitar o calor em excesso está na instalação de sistemas de exaustão e ventilação. Um mini-ventilador, por exemplo, pode ser uma solução muito prática e eficaz. Isso ajuda a amenizar a temperatura porque há a renovação do ar no interior do cultivo. E isso é importante porque as plantas trocam gases e vapor d’água com o meio em que se encontram de forma contínua. O ar dentro do grow precisa ser sempre renovado.

O problema com o calor pode estar relacionado ao tipo de iluminação usado no cultivo indoor. Caso esteja utilizando lâmpadas de Vapor de Alta Pressão é importante considerar a substituição por painéis LED. As lâmpadas de vapor são eficientes nas fases de floração e de crescimento. Mas como aquecem muito, aumentam a temperatura dentro do grow e por isso pedem também um investimento maior em ventilação.

Já os painéis LED, como sempre destacamos no blog da Green Power, é um tipo de iluminação que tem como uma de suas maiores vantagens o fato de praticamente não gerar calor durante o funcionamento. Isso faz bem para a planta e é uma solução que deixa o dono do cultivo mais tranquilo quanto ao controle de calor.

Problema: Umidade

A água tem um papel importante na rotina de manutenção de um cultivo indoor. Na quantidade certa, fazem muito bem à planta, associadas aos demais ingredientes para um cultivo de qualidade (iluminação, nutrientes, ventilação…). O problema é que a água também costuma ser a causa para um dos problemas que mais atingem a plantação: o excesso de umidade.

Geralmente os cultivadores colocam água nas plantas sem observar com atenção dois fatores. O primeiro é a própria quantidade de água – nem sempre obedecendo uma medida correta. E o segundo é saber se a planta precisa mesmo receber água. Muitas vezes a rega é feita mesmo sem que seja verificado se a terra está seca ou úmida. Se a parte de cima do vaso está seca, isso não significa necessariamente que a terra no fundo também está.

A solução para não cometer o erro de regar além da conta e manter um controle de umidade é fazer o teste do palito de madeira (pode ser o de picolé). Espete o palito na terra dentro do vaso, até o fundo. Se ao ser retirado o palito estiver úmido, isso significa que ainda não é necessário regar a planta.

Para saber quando é o momento da rega, repita o teste com o palito algumas horas depois. Se estiver seco, regue na quantidade certa. Por situações como essa é importante manter a rotina de cultivo. Desta forma, é possível ter o controle de todos os cuidados que o dono do cultivo indoor tem com sua plantação, especialmente o controle de umidade.

Problema: Pragas

Este é um problema que pede mais do que uma solução. Exige um trabalho de prevenção por parte do dono do cultivo indoor. É sempre difícil manter todas as possíveis pragas longe das plantas. Mais cedo ou mais tarde, o cultivo poderá ter suas plantas atacadas por insetos, fungos e bactérias.

Uma das dicas para enfrentar o problema é fazer observações frequentes em busca de possíveis invasores. Isso ajuda a evitar que a infestação se alastre por mais plantas e fuja do controle. Entre as dicas básicas para enfrentar as pragas também está o uso de um substrato inerte ou processado em altas temperaturas. Assim é possível eliminar boa parte das larvas, ovos e fungos.

A limpeza é uma aliada importante no combate às pragas. Por isso, deve-se manter sempre limpos utensílios que ficam em contato direto com as plantas como tesouras, regadores, vasos, pás, entre outros. Trabalhar com equipamentos esterilizados com álcool e lavar as mãos antes do manuseio também ajudam na prevenção.

Também é recomendado evitar entrar no grow com pés ou sapatos sujos. Controlar o calor e a temperatura também ajudam a manter a pragas longe. O uso das estufas da linha Dark Box também é um meio de evitar a contaminação das plantas. Esta opção forma uma espécie de barreira física para que a ação das pragas fique longe do cultivo.

Já enfrentou algum dos problemas citados? Compartilhe sua experiência conosco e não esqueça de conferir as novidades da Green Power.

Start typing and press Enter to search