Como usar o guano de morcego como fertilizante

 Em Dicas de Cultivo, Dicas Green Power

Morcegos são animais que se alimentam apenas de frutas ou de insetos, por isso o esterco gerado por esses animais é um excelente fertilizante. É de ação rápida, tem pouco odor e pode ser enterrado no solo antes do plantio ou durante o crescimento ativo. Sendo assim, as fezes de morcego, também chamadas de Guano, tem uma longa história de uso como um enriquecedor do solo.

Existem vários usos para o guano de morcego. Ele pode ser usado como um condicionador ou enriquecedor do solo e melhorar sua drenagem e textura. Ainda pode ser utilizado como um fungicida natural, atuando também no controle de nematoides do solo. Além disso, o guano contribui para acelerar o processo de decomposição da matéria orgânica no solo, tendo por consequência a disponibilização de outros nutrientes importantes para a planta.

O guano de morcego fornece uma alta concentração de nutrientes para as plantas e o solo circundante. É possível encontrar diversos tipos de guano no mercado, cada um com diferentes concentrações de NPK, dependendo do local de origem (Jamaica, Indonésia, Peru, etc.).
Um guano com NPK de 10-3-1, por exemplo, possui uma concentração de 10% de nitrogênio (N), 3% de fósforo (P) e 1% de potássio (K). Os níveis mais elevados de nitrogênio são responsáveis ​​pelo crescimento rápido das plantas. Já o fósforo auxilia no crescimento das raízes e desenvolvimento da flor, enquanto o potássio contribui para a saúde geral da planta.

Veja como utilizar o guano de morcego

O NPK de guano de morcego torna-o um fertilizante aceitável para uso em várias plantas. As formas mais fáceis e eficientes de aplicar as fezes de morcego é em cobertura, enterradas no solo, ou transformadas em um chá, o qual é usado nas regas regulares. O guano pode ser usado fresco ou seco. Tipicamente, este fertilizante é aplicado em quantidades menores do que outros tipos de esterco, como o de galinhas ou bovinos, e por isso representa um fertilizante muito seguro.

Para aplicações em cobertura basta adicionar 1 colher (sopa) de guano em cada vaso (considerando uma capacidade de 8 litros/vaso) ou cerca de 100g de guano por metro quadrado de solo no caso de jardins e cultivos outdoor.  Alguns cultivadores preferem enterrar o guano no solo no caso de plantas cultivadas indoor, pois apesar de não possuir odor forte, o cheiro pode ser incômodo em ambientes fechados.

Como fazer chá Bat Guano
Outra opção é fazer um chá orgânico, diluindo as fezes em água morna e depois regar as plantas. O chá é uma forma de atingir e alimentar o sistema radicular profundo da planta. Para fazer o chá deve-se adicionar de 2 a 4 colheres de guano por litro de água morna e limpa. Deixe a mistura descansando por cerca de 24 horas, mexendo de vez em quando, e regue as plantas após esse e período. O esterco de morcego é altamente solúvel em água. A aplicação de guano pode ser de frequência quinzenal, dependendo do estado nutricional das plantas e do tipo de solo/substrato utilizado.

Os morcegos possuem uma enorme importância na manutenção dos ecossistemas, pois são grandes dispersores de sementes, além de atuarem no controle de diversas pragas.  Após a descoberta dos benefícios de suas fezes como fertilizante, esses animais merecem ainda mais nossa admiração e prestígio.

E-book: Faça o download gratuito.

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search