Como realizar o transplante da planta corretamente?

 Em Dicas de Cultivo, Dicas Green Power

Conheça os procedimentos adequados e saiba quais os equipamentos necessários para transferir as suas plantas para outro recipiente

O transplante da planta é uma das etapas mais delicadas do cultivo.  No entanto, o procedimento é essencial para que elas possam desenvolver as raízes de forma adequada e não fiquem se enrolando em um vaso com tamanho menor que o ideal. 

Para transferir a planta corretamente e evitar problemas relacionados ao crescimento ou deficiências nutricionais, como amarelamento e folhas tortas, é preciso seguir algumas boas práticas. 

Cuidados necessários na hora de fazer o transplante da planta

O transplante pode ser feito de maneira simples. O principal objetivo é tentar manter o torrão de substrato inteiro. Para fazer isso, basta virar o vaso com a mão sobre ele, mantendo o caule entre os dedos. Quando a planta estiver de cabeça para baixo, puxe o vasinho e coloque no outro recipiente, cobrindo com substrato novo.

Caso o vaso atual tenha buracos embaixo, coloque argila expandida para tapar parcialmente os furos. Dessa maneira, o substrato não sai e a água da rega pode escorrer com facilidade. 

Qual o momento certo para realizar o transplante da planta?

O transplante pode ser feito em duas ou três ocasiões durante o cultivo:

– 1º momento: esse transplante é obrigatório, e é realizado quando a muda, broto ou célula de germinação é transferida para o vaso onde vai crescer a fase vegetativa. Ocorre entre a segunda e terceira semana após a germinação.

– 2º momento: o procedimento é opcional e consiste em colocar a planta em um vaso maior ou diretamente no solo durante a fase de floração. Se o vaso da fase vegetativa for o definitivo não é necessário fazer o transplante.

– 3º momento: só deve ser efetuado se o grower observar que a planta tem dificuldade em relação ao crescimento ou se ocorrer algum acidente com o vaso.  

Dicas para ter sucesso no momento de trocar a planta de vaso

Para realizar o transplante da planta de maneira adequada e não acarretar problemas ao cultivo, é necessário seguir algumas regras:

Conte com os equipamentos necessários para fazer a transferência: os copos e vasos devem estar limpos e terem o tamanho adequado. Além disso, tenha pás, garfos, luvas e os demais utensílios para lidar com os substratos

Células de germinação facilitam o transporte, pois oferecem a possibilidade de pegar o broto na célula e enterrar em um novo substrato;

Aguarde o momento certo para fazer o transplante: é comum que a muda já esteja pronta quando atinge 20 centímetros de altura. Caso ocorra alguma emergência, verifique o problema antes de colocar no outro vaso;

A argila expandida pode ficar presa pelas raízes na parte inferior do substrato, por isso remova a argila deixando algumas raízes penduradas. Dessa maneira,  quando entrarem no vaso as raízes já estarão em contato com o substrato sem ter que “driblar” a argila para crescer, além de enraizarem melhor e mais rápido.  

Dica do grower: Se você tiver que fazer o transplante de uma planta maior, é só secar um pouco o substrato, pegar o caule bem perto da base, e levantar a planta junto com todo o substrato do vaso. Feito isso, você vai perceber que vai sair um torrão grande, depois é só colocar no novo recipiente.

Se você quiser mais informações sobre cada uma das fases do cultivo, recomendamos que baixe o “Infográfico: Cronologia de um grow saudável” e aproveite todos os detalhes que reunimos sobre as sete etapas do cultivo. 

Showing 2 comments
  • José Paulo Conceição Fernandes
    Responder

    Dicas excelentes.
    Parabéns!
    Gostaria de saber como proceder quando um vaso de 40lt, com limoeiro
    Está tomado pela raiz, se posso cortar diminuindo o volume dessa raiz?
    Obgdo. Forte Abraç

    • admingreenblog
      Responder

      Basta cortar o vaso e fazer um transplante amigo!

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search