Conheça 10 alimentos que podem virar adubo para o seu cultivo

 Em Dicas de Cultivo, Dicas Green Power

Vinagre, cascas de ovo, batata e banana e até a borra do café ajudam a fortalecer seu cultivo

É bem verdade que a Lei Nacional de Resíduos Sólidos confere aos prestadores de serviço público a responsabilidade de dar a todos os resíduos orgânicos seu correto destino: alimentar sistemas de compostagem para criar adubo natural. Mas você não precisa esperar a iniciativa governamental para obter seu próprio adubo para cultivo. 

Restos de comida podem ser usados como adubo ou fertilizante natural, sendo preparados de forma caseira. O principal benefício que esse procedimento traz para o grow é alimentar microrganismos terrestres, fornecendo mais nutrientes para a raiz da planta. Além de deixá-la mais forte e saudável, o adubo natural é altamente econômico e ajuda a preservar o meio ambiente.

Quais alimentos podem virar adubo para o seu cultivo?

A variedade de nutrientes que podem ser extraídos dos restos de comida e transformados em adubo para cultivo é interminável – o segredo é observar a composição do alimento para que nada de prejudicial à planta seja introduzido em sua nutrição. Em geral, quanto mais cru e menos processado for o alimento, melhor.

Se aplicados corretamente, os restos de comida não só ajudam a planta a crescer como também auxiliam no controle de pragas. Pensando nisso, listamos a seguir 10 alimentos bem comuns que podem virar adubo para cultivo.

1. Borra de café (com o filtro de papel) – Rica em nitrogênio, a borra de café combate fungos, formigas e outros seres agressores, além de fortalecer as minhocas. Basta espalhar a borra seca por cima da terra.

2. Casca de ovo – A casca de ovo fornece cálcio para a planta. Para usá-la é só moer a casca no liquidificador e misturar no substrato.

3. Casca de batata – É rica em diversos nutrientes e faz muito bem para as folhas da planta. A própria água onde a batata foi cozida, depois de fria, pode ser usada para regar o cultivo.

4. Casca de banana – Fornece fósforo e potássio e auxilia na fase de floração da planta. Para aplicar, pique a casca ou bata no liquidificador e misture no substrato; outra alternativa é fazer um chá com a casca de banana e, após esfriar, regar a planta.

5. Leite (diluído em água) – O leite é rico em cálcio e combate os fungos que atacam a planta. Lave a embalagem do leite com água pura e escorra o líquido resultante no regador; depois regue a planta com a mistura.

6. Cenoura (casca e restos) – Fornece vitaminas e sais minerais à planta. Basta misturar os pedacinhos de cenoura no substrato.

7. Couve e Brócolis – Auxiliam na renovação do substrato. Para utilizar no cultivo, é necessário picar os talos em pedacinhos e misturar ao solo especialmente preparado.

8. Restos de frutos do mar – Quando ainda crus, são ricos em fósforo e nitrogênio. Enterre os restos de frutos do mar em buracos de 20cm a 40cm de profundidade e cubra com terra para evitar o cheiro ruim.

9. Vinagre – Não só ajuda no crescimento da planta como também atua como inseticida natural. Dilua o vinagre com água e pulverize o líquido nas plantas ou coloque estacas nos vasos e no solo e amarre neles panos embebidos em vinagre.

10. Coentro – Atua no combate aos insetos, inclusive ácaros (spider mites) e pulgões. Bata os talos de coentro com água e pulverize o líquido nas plantas.

Alimentos que não devem ser utilizados como adubo

Com tantas opções benéficas à disposição, é preciso ficar atento aos alimentos que, por um motivo ou por outro, fazem mal às plantas e não devem ser utilizados. Na hora de criar o adubo para cultivo, priorize os alimentos crus e dê ainda mais preferência aos orgânicos – é uma forma segura de evitar a contaminação por agrotóxicos.

Além disso, evite utilizar os seguintes alimentos no seu grow:

– Alimentos cítricos e derivados (justamente pela acidez elevada);
– Alimentos processados;
– Restos de comida que foram temperados demais;
– Restos de comida muito salgada ou gordurosa.

Dica do grower: Criar um composto orgânico e misturá-lo ao solo é a melhor maneira de fornecer às plantas uma alimentação rica em nutrientes. O composto orgânico é feito com a mistura de restos de comida selecionados da própria alimentação humana.

Depositados em uma composteira, os restos de comida fermentam e transformam-se em uma espécie de esterco. Esta substância possui todos os nutrientes que são necessários para a planta crescer com qualidade, sempre forte e saudável.

Comments
  • Cristina De Carli
    Responder

    Cascas de laranja, limão, mexerica, casca de mamão, maçã

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search